09/03/2010

Meu cão está comendo as próprias fezes



O ato de se alimentar das próprias fezes ou de outro cão, animal e até mesmo pessoa é conhecido como coprofagia. O assunto volta e meia vem à tona não só na Internet, mas também em minha casa: o Aurélio voltou a comer o cocô por duas quatro vezes e resolvi postar este artigo, não para contar isso, mas para divulgar um texto que pode ajudar a todos nós que temos cães que já passaram, estão passando ou são coprófagos em potencial.

É muito comum, na clínica veterinária, queixas relacionadas a cães que comem fezes. "Ver um cachorro com este comportamento me causa repugnância," colocam-se todos os infelizes proprietários quando vêem seu animal fazendo "aquilo". Em geral correm para o veterinário em desespero e pedem uma explicação, um tratamento, pois não querem mais que seu cão faça isso. Coprofagia, Mauro Lantzman, Pet.vet.br

De autoria do médico veterinário Mauro Lantzman, o texto Coprofagia é um dos melhores que encontrei sobre o tema. O texto:

- Apresenta a classificação do seu cão por origem das fezes das quais ele se alimenta;
- Separa, didaticamente, as possíveis causas do problema, que podem ser, na maioria das vezes, metabólicas (doenças) ou comportamentais;
- Esclarece que não há respostas definitivas para as causas da coprofagia e que, muitas vezes, vários fatores podem contribuir para que seu cachorro comece a comer as próprias fezes (causas multifatorias) e;
- Apresenta opiniões esclarecedoras de profissionais veterinários sobre a coprofagia, enriquecendo o debate.




Estudo de Caso: Coprofagia aplicada ao Shih Tzu Aurélio

Se a coprofagia fosse um vício, diria que o meu Shih Tzu, o Aurélio, teve uma recaída após um tratamento exitoso. No caso do Aurélio, começei a praticar mais atividades físicas com ele, pois acredito que o fato de ele estar se alimentando das próprias fezes esteja intimimamente ligado ao tédio de ficar em casa. Identifiquei-me com duas causas comportamentais para a coprofagia, descritas no texto de Lantzman: “Ansiedade devido à estresse ambiental, que pode contribuir com vários comportamentos redirecionados incluindo coprofagia” e “Cães entediados que manipulam fezes como passatempo”.

Mães são naturalmente observadoras e quase nada me escapa desse pequeno cão. Reconheço quando o Aurélio está frustrado e, instintivamente, pensei: “Ora, o bichinho fica em casa, sem conhecer outros cheiros e não resta muita opção senão atacar seu próprio cocô”.



Para reforçar o argumento do ‘estresse’, na mesma época em que estávamos fazendo o tratamento contra a coprofagia, ele ficou com uma dermatite provocada pela queda de sua imunidade, que, no caso dele, estava associada ao estresse. Desde que comecei a levar a sério as caminhadas com o Aurélio, ele parece mais saudável mentalmente, ou seja, mais feliz e não comeu de novo o cocô. Cão exercitado é cão feliz.

Porém não são só exercícios. Quando pego em flagrante, o repreendemos de maneira firme e assertiva (não agressiva). Além disso, tento não demonstrar o quão frustrada e decepcionada fico quando o Aurélio faz isso – ele não sabe que o ato é tão repugnante como o é para nós humanos.

Indico

Recomendo ler os seguintes textos sobre “Coprofagia”, incluindo o texto de Mauro Lantzman sobre o qual falei neste artigo:

>> Coprofagia, Mauro Lantzman, Pet.vet.br
>> Coprofagia, Claudia Pizzolatto, Lord Cão
>> Cães que comem fezes, Alexandre Rossi e Mauro Lantzman, Revista Cães & Cia, nº247, extraído do site AU Cães

Conselho

Chame a responsabilidade para si, não culpe seu cão e comece você a tomar as providências necessárias. Esclarecer-se sobre o assunto e ir ao veterinário é um bom começo!

Sinta-se à vontade para comentar a sua experiência pessoal aqui ou falar qualquer outra coisa relacionada ao post!

Veja a série "Coprofagia" completa
Artigo 1: Flagrante: Aurélio pego comendo o próprio cocô
Artigo 2: Coprofagia 2
Artigo 3: Resultado do tratamento contra coprofagia
Artigo 4: Meu cão está comendo as próprias fezes. O que fazer?

23 comentários:

Janeíse 10/03/2010 17:10  

Oi, Adriana!

Conheci o Mauro Lantzman no curso de passeador de cães que fiz em São Paulo, gente boa!

O que sei (do curso que fiz e de tudo que já li) é que a falta de exercícios pode causar muitos problemas inclusive comportamentais (tanto que eu digo isso em meu site). Felizmente você percebeu isso e se dispôs a exercitá-lo mais. Mas seria bom você perceber se os passeios são suficientes.

Uma coisa que acho ruim é que muitos brasilienses acham que descer para fazer xixi e cocô e ficar 5 minutinhos no gramado do prédio é passeio. Muitas vezes o cachorro fica correndo de um lado para o outro como se não houvesse amanhã, coitado!

Outra coisa. Você já ouviu falar em florais para cachorro? Sinceramente nunca pesquisei sobre o assunto, mas quem sabe isso não possa ser um aliado nesse "vício" do Aurélio!

Acho que escrevi demais :P
Beijos!

Adriana Diniz 10/03/2010 17:19  


Oi, Jane!
Que bom ouvir você!

Tenho saído duas vezes com meu Shih Tzu. De manhã e à noite, e cada passeio leva 25 minutos em média. Quando há socialização espontânea com outros cães e eu não tenho compromissos, costuma levar mais um tempinho. Tanto o passeio pela manhã quando o passeio à noite acontecem em horário fresco, sem sol, para não cansar ainda mais o meu Shih Tzu, aquecido sob sua pelagem.

Na verdade, eu estou preocupada com a intensidade dos meus passeios com o Aurélio. Os shih tzus precisam de exercícios como qualquer outro cão, mas realmente cansam mais rápido que cachorros "normais".

Percebo que já está na hora de parar quando o Aurélio pára mesmo ou quando começa a ir bastante devagar e já está bem ofegante... São os sinais que o cachorro dá e precisamos estar bem atentos.

Quanto aos florais para cachorro, sinceramente nunca ouvi falar. Mas, com certeza, vou procurar saber! Obrigada pela dica!

Não escreveu demais não! Escreveu bonito, isso sim!

Bjos!

Anônimo,  12/08/2010 11:21  

Olá !
Comprei uma linda femea de mini poodle , mas ela veio com um problema de fabrica .
Ela faz coco , e ela mesmo limpa , quer dizer come tudinho , fui na veterinaria ela me mandou eu dar a ela Comprovet e Mercepton , mas nada adianta . Pois ela continua comendo , o que devo fazer , como ensina-lá a parar com este vicio ?
fico muito grato com sua resposta !

Adriana Diniz 12/08/2010 13:46  

Olá!

Ter um cachorro que come o próprio cocô nunca foi visto por mim como "normal" nem aceitável. Por isso, sempre procuramos alternativas e ainda ficamos chateados quando o nosso Shih Tzu não resiste à tentação de comer as próprias fezes.

Acredite se quiser: uma das maneiras de passar por cima do problema é não levar as coisas TÃO a sério.

Ontem mesmo, estava falando para o meu marido que o Aurélio, nosso Shih Tzu, era um cachorro que realmente não dava o menor trabalho: até limpar o próprio cocô, ele limpa! Na verdade, ele come o cocô!

Dia desses, estava achando ele um pouco tristinho e ele está comendo o cocô dele como nunca. Aí eu disse:
- Coitado do Aurélio! A vida dele deve estar muito chata.
E o Rodrigo respondeu:
A vida dele, então, tá um cocô!

Essas brincadeiras servem para descontrair em tempos de coprofagia... mas essa descontração e bom-humor podem ser aplicadas em muitas outras situações difíceis de nossa vida. Cheguei mesmo a ver um documentário em que um piloto de avião, com este prester a cair, manteve a calma e o bom-humor: isso não não foi fundamental para impedir que o avião caísse, mas manteve a tripulação confiante e sem desespero. Mas o avião, de fato, não caiu. A conversa mantida pelo piloto é tão improvável, numa situaçao de vida ou morte, que é usada em alguns treinamentos de pilotos.

Por fim, sugiro que leia os comentários postados no seguinte artigo (além de ler o artigo, claro):

http://www.auauaurelio.com/2010/01/resultado-do-tratamento-contra.html

Boa sorte!


Boa sorte!

Adriana Diniz 19/08/2010 07:53  

Correção: eu encaro as coisas dessa forma. Não o Rodrigo, para quem a coprofagia é inadmissível e lhe dá mais que asco, lhe dá raiva. Aí, a coisa fica mais feia e difícil.

Anônimo,  02/09/2010 16:07  

Olá, me chamo Rebeca e primeiramente quero dizer que o Aurélio é muito fofo! Agora falando do meu caso: Eu tenho um Maltês, o nome dele é Bóris e está com 6 meses... assim que ele chegou aqui em casa com 2 meses eu mudei a ração dele para uma premium, pronto ele começou a comer seu cocô. No começo eu não tinha muito o que fazer porque ele era muito novinho e teve outros problemas como dermatite e muita diarréia, tendo que tomar remédios para melhorar, e eu não queria encher meu bichinho de remédios. Depois de ver seu site eu me ispirei a dar o Coprovet para ele, clara não sem antes consultarmos a veterinária dele. Começamos a dar Coprovet para ele a 20 dias atrás (para ele a vet. receitou a caixa toda, 1 comp. ao dia), mas no sétimo dia ele voltou a comer o cocô, mesmo com o Coprovet (detalhe que eu estava viajando de férias e fui obrigada a deixar ele 10 dias na casa do meu irmão, ele ficou super bem lá). Desde quando voltei de viagem ele não deu trégua. Ele também é viciado como o Aurélio =(. Então comentei isso com a Vet. e ela estranhou, falou que isso não é normal eu perguntei para ela se poderia consiliar com pedacinhos de abacaxi, porém ela falou que abacaxi é muito acido e pode dar gastrite no bichinho. Ela perguntou se eu estava brigando com o Bóris, mas a resposta era não. E então ela falou: começe a brigar. Eu estranhei, pq eu não consigo pegar ele no flagra, é sempre depois que eu chego em casa e já está tudo lá, bagunçado. E ela falou, não importa da um tapa no fucinho dele e briga com ele. Ai que dó que eu tenho de fazer isso... Ele já é medroso por natureza, ele fica com uma carinha tão triste. Mas é uma experiencia...
Vou tentar de tudo para que ele pare com isso. Ah, eu passeio com ele diariamente 30m por dia + ou -, e como vc comentou, também estou tentando tornar ele um reloginho, mas as vezes parece que ele faz só de birra =D. Por favor, se tiver mais dicas, ou uma solução, me avise.
rebecamattar@hotmail.com

Hugo 11/11/2010 15:11  

Olá Tenho um cão Pastor Suíço ! Ele foi para casa com 45 dias, e desde então começou com esse hábito horrível. Já tentamos de tudo desde frutas ( abacaxi, mamão e etc ) até os remédios. Quando nós achamos que está dando resultado, volta ele a comer o petisco natural dele. O mais interessante é que ele come escondido, a maior parte das vezes à noite e sempre a primeira vezes que ele faz. Se ele não come na hora, que fez não come mais...Intrigante. Com certeza o problema é comportamental.
Não consigo ter uma rotina de sair com ele, todos os dias, pois chego em casa tarde da noite e saio muito cedo. Bem estamos tentando estou na fase de florais e produtos probioticos.
Bem estamos na luta, mas acredito que venceremos não sei quando e nem como...mais venceremos
absa todos

Hugo Netto ( nettohugo@gmail.com )

Adriana Diniz 12/11/2010 06:35  

Oi, Hugo

Sei bem o que é isso que está falando. Realmente, eu também estou tendo dificuldades de ter uma disciplina de passear com meu Shih Tzu. Aí, a alternativa para nós é sempre que saíamos ou nos ausentamos de sua presença, colocamos o meu Shih Tzu na caixa de transporte, onde ele não faz xixi nem cocô. Claro, respeitando o máximo de tempo que ele pode ficar e não o deixando trancafiado por muitos períodos.

Abraços!

Anônimo,  29/08/2011 00:18  

Minha shih tu não come cocô , graças a Deus !!

Vannessa Almeida,  02/12/2011 22:00  

Puxa vida... O caso do meu Shih-Tzu é mais comum do que eu imaginava... Chaplin está completando 3 meses e tem o hábito de comer o próprio cocô (Argh!). Já estava me achando uma péssima "mãe" porque a veterinária me alertou para questões comportamentais que possam levar a isso como o fato do Chpalin ficar sozinho enquanto estou no trabalho... Moro em apartamento e como ele ainda não completou as vacinas, não posso levá-lo para passear na rua... Dou a melhhor ração, encho o Chaplin de carinho quando estou em casa e ele tem vários brinquedinhos para distraí-lo... Mas às vezes parece que a melhor coisa do mundo se chama: cocô! Vi várias dicas por aqui e vou adotá-las... Volto para comentar o resultado...

thiago amaral 24/02/2012 15:49  

OI meu nome é thiago tenho um shiht zu de 3 meses macho nome dele é Gizmo, ele vez por outra esta comendo as suas fezes isso me assusta pois gostamos de brincar com ele por o resto dele proximo ao nosso... vi que varias pessoas aki passam por isso... e que é algo da raça fazer isso, não teria uma especia de tratamento? Gizmo ainda não tomou as vacinas por isso ainda não posso ir com ele na rua...isso é desesperador!!! rsrsrs

Isabel,  28/08/2012 19:59  

Olá eu tenho um pinsher de 6 meses ele come demais o cocô eu já não sei o que eu faço ele já tomou coprovet e parece que aumentou a vontade de comer,tomou vermifugo e continua comendo eu já não sei o que eu faço ,penso em até dar ele pois não quero um cão que fique comendo cocô,o que eu faço?

Adriana Diniz 05/09/2012 09:12  

Calma lá! Não seja precipitada na sua decisão! Ninguém é perfeito e seu cão tb não é, Isabel. Tenha um pouco de paciência, procure passear com ele para q ele faça as necessidades sob a sua vista, evitando-se que ele coma o cocô, ok? Boa sorte e paciência!

Anônimo,  13/12/2012 16:08  

Tenho um Beagle de quase 6 meses. A caixa de Coprovet com 20 comprimidos já acabou e parece que piorou. Tenho um quintal grande e costumava brincar muito com ele, minha filha e marido também. Depois que percebemos essa mania de limpeza, estamos nos afastando dele cada vez mais. Eu dava ração Ultra Dog Premium Plus, mas, talvez pelo excesso proteico, ele sofria com alergia. Troquei ração, ele não tem mais alergia, mas come cada vez mais cocô. Meu próximo passo é dobrar a dose de Coprovet. A pimenta só resolve na hora, depois de algumas horas lá está ele comendo. Foi bem fácil educar ele do lugar certo e do errado (banheiro), dando bronca quando errado e elogiando e premiando com petisco quando certo. Não houve estress. Me nego a sair com ele na rua pois tem muitos cães de rua. De carro, nem pensar, pois nem Plasil resolve os enjoos. Já me disseram que é uma fase e que isso passa. Tomara!
Celina

Priscilla,  24/01/2013 21:10  

Parabéns querida Adriana por sua ajuda!!
Tenho uma shih Tzu também, e estava desesperada até ver os comentários aqui postados!!
Que alívio senti em saber que isso é recorrente entre os cães e não só da raça shih Tzu.Não estou sozinha, então podemos nos ajudar!!
Comprei a MeLL de uma criadora chamada Luciana (Lulu Dogs). Veio com uns 45 dias e desde pequena já me deu vários problemas. Na primeira semana teve infecção respiratória tratamos com antibiótico quase veio a óbito; depois infecçao nos ouvidos,pingavamos remédio tds os dias 2 vezes ao dia e limpavamos os mesmos;depois teve giardia , tudo isso só nas primeiras semanas que chegou em casa e p/ piorar tudo comia cocô e come até hoje, já com 7 meses. Fiz de tudo também, colprovet, pimenta no cocô,remédio amargo no cocô e mesmo assim com aquele trem amargo ela come, pimenta também não a faz desistir, passeios, brincadeiras nada , nada...
A veterinária também me disse p/ repreender e a pessoa que me vendeu me disse p/ eu bater com chinelo, ai que dó!! Mas náo bati com chinelo repreendi com jornal, porque não dói e faz barulho, mas não recomendo ninguém fazer isso porque parece que piora, eles ficam com muito medo!!
Agora me disseram sobre um pó que é colocado na comida e faz o cachorro preferir a comida ao cocô e também me indicaram floral!!
Vamos tentando amigos,um dia venceremos esse mal hábito canino!!abraços a todos

ju,  01/02/2013 16:16  

Ju
Oi meu cachorro não comia coco ,daí eu ganhei um bandr collie ele comia ,sua própria fezes ,não sei o houve a collie diminuiu um pouco de comer mas o outro começou a sua fezes e a da outra não sei o que fazer troquei a ração,deu uma melhorada mais passou um tempo voltou tudo de novo,o pior que meu estômago e muito fraco para ver isso e tentar repleender eu passo mal de ver não sei mas o que fazer acho que e melhor eu dar os meus cachorros não e o que eu quero mas passo mal só de pensar .

Adriana Diniz 09/02/2013 14:14  

Ju tenha paciência! Vc tem uma rotina de passeios diários com seu cão? Isso pode ajudar na medida em q eles aprendem a fazer as necessidades durante os passeios. Assim vc pode controlar e evitar q eles as comam. Boa sorte!

Anônimo,  23/02/2013 07:01  

meu cachorro tem 2 anos ecomeçou a comer agora o coco o outro cahorrro q eu tenho ela não come as dela so a do outro não sie mas oque fazer ela men come a ração dela para comer as fezes do outro q so faz as nessecidades de madrugada,estou pensando em dar o coprovet para o cachorro que não come sera q dar certo beijos e aguardo

Anônimo,  01/04/2013 22:39  

OI, eu tenho uma shitzu, tem 9 meses e desde os 5 meses ela come as proprias vezes. eu ja nao sei mais o que fazer, coloquei um pó na comida q o veterinario disse q corrigia isso, mas ela esta continuando. o q devo fazer?

Anônimo,  07/04/2013 19:40  

o q faço para a minha shitzu parar d comer coco?

Anônimo,  04/06/2013 21:57  

Tenho um lhasa de 09 meses e já fiz de tudo levei no veterinario fiz exames esta tudo normal com ele, já dei remedio ( coprovet ), florais bach, mamao, cenoura, abobora tudo o que o veterinario me receitou eu já fiz, carinho e atenção é o que ele mais tem, levo para passear de manha e a tardinha, e não tem jeito ele não para de comer coco, meu esposo nem chega mais perto dele e ainda por cima disse para mim dar um jeito de dar meu filhote, pq não consigo fazer ele se curar. Então peço ajuda URGENTE POR FAVOR, não quero me desfazer do meu filhote, mas tbm não quero q ele continue comendo coco. AJUDA URGENTE!!!! OBRIGADA

veronica 18/06/2013 12:24  

Gente que desespero essa mania dos cães. O meu medo maior é de ter algum problema de saúde mesmo. Sou "mae" da MEG ela tem 4 meses é uma West Terrier muito linda, meiga, branquinha.... mas come cocô. To usando floral 3x ao dia e mais esse remédio em pó na comida e nada dela parar. Passeios diários tb não adianta. Agora tenho visto muitas pessoas falarem do abacaxi, ele auxilia de que forma e qual a quantidade que pode dar?
Abços

Anônimo,  19/07/2013 10:35  

Olá bom dia,
Temos uma yorkshire de 5 meses que está deixando de comer a ração (que por sinal é uma das melhores no mercado) para comer as próprias fezes, eu e meu marido já demos remédio, repreendemos sempre que a vemos fazendo isto, passeamos com ela todos os dias, demos vários brinquedinhos e nada tem adiantado... não sabemos mais o que fazer!!
Palowa.

Postar um comentário

Quer comentar? Sinta-se à vontade! Saiba como.

Atenção: comentários que não tenham nada a ver com o assunto tratado nos artigos serão rejeitados. Política de Comentários.

Made in Brasília, DF, BRASIL!

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR